Tofu_organico_piloes

Tofu (Queijo de Soja)

Rico em proteínas e poderoso na prevenção ao câncer de mama, o tofu alimentou valentes samurais e sábios monges budistas no Oriente. No Ocidente, ele é um dos ingredientes mais versáteis na culinária vegetariana. Há dois mil anos os chineses descobriram que misturando sal precipitado da água do mar ao leite de soja, o leite talhava e dava origem a uma espécie de coalhada vegetal, com sabor suave e textura macia. Os sacerdotes Kento que foram à China no final do século 8 estudar budismo, retornaram ao Japão com o produto na bagagem. Foi aí que ele ganhou o nome de tofu e se tornou componente obrigatório da dieta livre de proteínas animais que os monges budistas seguiam. Gradualmente, o tofu passou a fazer parte das receitas culinárias da nobreza japonesa e dos samurais. Durante a era Edo (1603 a 1867) ele se popularizou e invadiu as mesas do Japão. O primeiro registro do termo tofu foi encontrado na China no ano de 1500. Não se sabe exatamente quando o tofu foi trazido ao mundo ocidental, mas o dicionário espanhol Vocabulario da Lingoa de Iapam, de 1603, é considerado o primeiro registro da palavra na Europa. Propriedades Nutricionais Por ser um derivado da soja, o tofu contém as mesmas propriedades da leguminosa. Em 100 g encontram-se 85% de água, 7,5 g de proteína e apenas 70 Kcal. "É uma fonte excelente de proteínas, além de ser rico em minerais como cálcio, fósforo e magnésio", esclarece a nutricionista Natália Chede. Ela ainda explica que o tofu é uma das mais importantes fontes protéicas na dieta vegetariana. "Ele possui digestibilidade melhor que o grão de soja ou a PVT (proteína texturizada de soja) e complementa a dieta com outros alimentos ricos em proteínas como as demais leguminosas, castanhas e sementes". Além de ser pouco calórico, o tofu ajuda sim no combate ao câncer de mama pois ele é rico em fitoestrógenos, substâncias químicas presentes na soja e semelhantes ao hormônio feminino.